(11) 4116-2260 atendimento@leelah.com.br
Escolha uma Página

A busca orgânica do Google pode fazer seu negócio decolar

por | 13 jul, 2018 | SEO

Você sabe como fazer o site da sua empresa chegar à primeira página na busca orgânica do Google?

Ser ranqueado pelo Google é uma das regras básicas para quem deseja atrair clientes potenciais. Com consumidores cada vez mais conectados, a busca por produtos e serviços tornou-se digital, despertando a necessidade das empresas de encontrarem estratégias ágeis e eficientes de terem suas marcas nos resultados de pesquisa do buscador mais importante do mundo.

De acordo com o Search Engine Statistics 2018, levantamento realizado pelo Smart Insights, que se encarrega de reunir importantes dados para auxiliar na tomada de decisões, 46,8% da população global acessou a internet em 2017. Até 2020 esse índice deve chegar a 53,7%.

Este mesmo compilado de informações revelou que são feitas 35 bilhões de buscas por dia no Google!

Viu só como a sua empresa precisa estar presente na internet?

Sendo assim, uma das maneiras de chamar a atenção do Google e ganhar espaço na lista de resultados é organizando adequadamente o site da sua empresa para que ele atenda aos requisitos definidos pelo buscador e consiga um espaço importante na Search Engine Result Page (SERP), que é a lista de resultados.

Para fazer as adaptações necessárias e marcar presença na busca orgânica, usamos as técnicas de Search Engine Optimization (SEO).

 

O que é a busca orgânica?

A busca orgânica corresponde aos resultados que aparecem abaixo dos links patrocinados, ou seja, abaixo dos anúncios pagos.

Sempre que um usuário digita algo no campo de busca, em poucos segundos uma vasta lista de resultados aparece na tela do computador, celular ou tablet.

Inicialmente, aparecem os links patrocinados, que são os anunciantes que pagaram para aparecer primeiro sempre determinada palavra ou termo for digitado.

Logo abaixo aparecem os resultados orgânicos, que são ranqueados de acordo com uma série de quesitos, que vão do tempo de carregamento da página até a qualidade do conteúdo apresentado.

Assim como nos links patrocinados, a busca orgânica também tem regras. E quem as conhece bem e acompanha as atualizações, certamente apresenta mais chances de estar sempre nas primeiras posições e, assim, chamar a atenção do público.

 

SEO: o caminho para se destacar na busca orgânica

As empresas que desejam aparecer nos primeiros resultados orgânicos do Google precisam conhecer o poder do SEO. O Search Engine Optimization reúne uma série de práticas elaboradas pelo próprio Google para que os conteúdos apresentados ao usuário apresentem a qualidade que eles procuram e atendam plenamente às suas necessidades.

LEIA MAIS: SEM e SEO: qual a diferença?

Quanto mais qualificado for o site da sua empresa, melhor ranqueado ele estará nos resultados de busca. Por consequência você terá um número maior de visitantes e mais chances de conversão.

Mas como utilizar o SEO no site da minha empresa?

Nós separamos aqui cinco quesitos importantes para você conhecer e aplicar nas páginas da sua empresa de produtos ou serviços. Acompanhe!

 

6 dicas de SEO para melhorar seu posicionamento do Google

Com algumas medidas bem estratégicas, sua página passará a ser bem-vista pelo Google e aumentará as chances de disputar as primeiras posições nos resultados na SERP.  Nós, da Leelah Marketing Digital, separamos seis orientações para você:

  • Defina as palavras-chave do seu negócio

É importante que você faça uma lista bem completa das palavras-chave que remetem ao seu negócio.

Depois, verifique a forma como as pessoas pesquisam esses termos no Google para fazer as devidas adaptações. Dessa forma, quando a palavra-chave for digitada, seu site poderá estar entre os resultados apresentados na SERP.

Para saber como as pessoas procuram determinados produtos e serviços no Google existem algumas ferramentas, como o Google Adwords, do próprio Google, e o Key Word Planner.

Feito isso, use estas palavras para compor o conteúdo do seu site e as pautas que você colocará em seu blog.

  • Verifique o tempo de carregamento das suas páginas

 

Se você nunca parou para avaliar o tempo que a página do seu site leva para carregar, é bom fazer um teste, pois esse ponto é levado em consideração pelo Google na hora de colocar ou não sua empresa nos primeiros resultados.

Sites lentos são abandonados pelos usuários com mais facilidade. E uma vez que o Google busca a excelência na hora de oferecer um serviço de busca, é fácil concluir que a demora pode ser prejudicial para quem busca destaque na SERP.

De acordo com informações do próprio Google, o tempo de carregamento ideal de um site é de dois segundos. Sim, caro leitor, dois segundos!

Para saber como anda o tempo de carregamento do seu site, existem muitas ferramentas apropriadas. O Google possui uma, a Page Speed Insights. Ela verifica a velocidade da página nas versões desktop e mobile e dá uma nota de 0 a 100. Quanto mais próximo de 100 a página do seu site estiver, melhor. Para ver como está o seu site, clique aqui.

  • Apresente um conteúdo relevante

As páginas que brigam por boas posições nos resultados de busca orgânica têm no conteúdo um de seus maiores trunfos. Por isso, se você quer brigar entre os grandes, vai precisar caprichar nesse quesito.

De acordo com as técnicas de SEO, o seu conteúdo precisa basicamente ser robusto, com palavras-chave no título, entre as primeiras palavras do texto e ao longo do conteúdo, possuir subtítulos e conter imagens que tenham relação com o conteúdo apresentado.

Incluir links internos também é importante, até porque esta pode ser uma boa forma de manter o visitante mais tempo navegando em seu site e reduzir as temidas taxas de rejeição.

  • Ganhe autoridade com links externos

O SEO pode ser feito de duas formas: on-page (otimizações no código fonte da página) e off-page, que são a criação de links externos apontando para o seu site.

Essa estratégia de colocar links levando para dentro do seu site dá a ele uma certa autoridade, ou seja, dá indícios de que seu conteúdo é relevante e bem-visto por outras pessoas.

Existem muitas formas de se criar links externos. A HubSpot, respeitada ferramenta de inboud marketing, publicou um artigo reunindo oito formas diferentes de impulsionar o SEO off-page:

1. Insira o site em diretórios.
2. Crie conteúdo para ser compartilhado por outras páginas (infográficos, vídeos e assuntos polêmicos).
3. Aposte nos influenciadores (buscar empresas e pessoas que possam render parcerias de conteúdo capazes de favorecer ambas as partes e, consequentemente, chame clientes).
4. Potencialize sua presença nas redes sociais criando posts com links que levem para as páginas do site.
5. Monitore páginas onde sua empresa aparece e peça para o autor incluir um link.
6. Escreva releases e divulgue-os na imprensa.
7. Faça campanhas com empresas que ofereçam produtos ou serviços complementares ao seu, mas que não sejam concorrentes.
8. Faça guest blogging (escrever para outros sites). Neste caso, você passa a ter autoridade sobre a URL e os links a serem colocados.

  • Melhore os recursos html do seu site

As estratégias de SEO on-page são aquelas realizadas diretamente na página. Nessa etapa, além do título, das imagens e dos subtítulos dos conteúdos, é importante você otimizar a URL das páginas. Em vez de números ou códigos, coloque as palavras-chave que você deseja ranquear.

A meta descrição é outro campo que você não pode deixar de preencher, porque é bem visto pelo Google. Nele você pode colocar as palavras-chave que estão no conteúdo a ser apresentado e utilizar um “call to action” para levar o usuário a uma determinada ação.

Na hora de escrever a meta descrição fique atento à quantidade de caracteres, porque se o texto não couber, apareça com três pontinhos (…) ao final, comprometendo a compreensão da mensagem.

Outra tarefa que não você precisa incluir na sua lista é a criação do sitemap.xml. Ele facilita a leitura dos robôs do Google e permite que eles identifiquem todas as páginas do seu site, facilitando o processo de ranqueamento.

  • Tenha um site responsivo

Em outro artigo desse blog, nós alertamos que o Google passará a priorizar os sites que possuem versões responsivas, ou seja, que possam ser visualizadas em diferentes dispositivos móveis. Para ler, clique aqui.

Com mais de 230 milhões de celulares nas mãos dos brasileiros, de acordo com dados da Anatel, não oferecer uma comunicação direcionada para essas plataformas é não entender o comportamento dos usuários. Em 2014, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já havia divulgado que existiam mais celulares do que PCs no Brasil.

O Google está atento ao comportamento dos usuários e, por isso, tem priorizado em seus resultados de busca as páginas que oferecem boas experiências de navegação, seja no desktop, seja no celular ou tablet.

Agora que você já sabe como “arrumar a casa” para o Google, mãos à obra! Caso você precise de uma ajuda mais especializada, procure uma consultoria de marketing digital e tenha por perto profissionais especializados.

E, se você gostou do nosso artigo, deixe aqui seus comentários e compartilhe suas experiências com outros usuários que acessam nosso site.

Envie também sua sugestão para novos artigos do blog e compartilhe em suas redes sociais. Sua participação é sempre bem-vinda!


Denis Minchiotti

Denis Minchiotti

Entusiasta da internet e tecnologia e MBA em gestão de marketing. É responsável por SEO e sócio da agência Leelah.
Siga no Linkedin


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

FALE CONOSCO